Prefeitura e Comunidade se unem para eliminar ponto de descarte irregular de lixo


Ação desenvolvida pela Emlurb deu cara nova ao entorno da Escola de Referência em Ensino Médio Jarbas Pernambucano, em Cajueiro

 

Um problema socioambiental que há tempos incomodava os moradores da Rua Marquês de Tamandaré, no bairro de Cajueiro, na Zona Norte do Recife, foi solucionado nesta quinta-feira (17/08). Atendendo a uma solicitação da comunidade, a Prefeitura do Recife, por meio da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), concluiu mais uma intervenção do projeto “Meu bairro eu também limpo” e acabou com ponto crítico de descarte irregular de lixo que ocupava o muro da Escola de Referência em Ensino Médio Jarbas Pernambucano.

 

A Rua Marquês de Tamandaré tem serviço de coleta de lixo domiciliar. O trabalho é feito regularmente, todas as terças, quintas e sábados, além disso, também conta com serviço de coleta seletiva que é feito nas sextas-feiras. Porém, para tristeza dos moradores e estudantes, aquele ponto crítico era constantemente realimentado, como afirma a dona de casa Josefa dos Santos. “Temos coleta sim, mas, pessoas de fora e até mercadinhos dessa região costumam trazer seu lixo e jogar aqui, inclusive na madrugada, há mais de 15 anos que eu peço a Deus para acabar com esse lixo na minha porta, até reclamo quando vejo alguém jogando, mas não adiantava”, desabafa.  A partir de agora, para inibir estas ações, a área passará a ser monitorada diariamente pela fiscalização da Emlurb e quem insistir em jogar entulhos no local será multado.

 

O trabalho da Assessoria Socioambiental da Emlurb na comunidade começou no final de julho, a partir de reuniões para discutir o problema com a participação dos representantes da escola e da comunidade. Nesta quarta-feira (16), os agentes da ASA receberam o reforço de um grupo de dez alunos que residem na própria comunidade. O grupo percorreu as ruas que ficam no entorno da Escola de Referência em Ensino Médio Jarbas Pernambucano realizando visitas porta-a-porta, repassando orientações sobre aos moradores sobre a importância da destinação correta do lixo e divulgando como funciona o esquema de coleta no bairro de cajueiro.

 

“Fizemos um trabalho que foi positivo para a gente e para nossa comunidade, alertamos sobre vários problemas que esse lixo estava nos causando. tivemos um retorno bacana. Os moradores com quem conversamos entenderam e concordaram em por seu lixo na frente da sua casa apenas nos dias em que passa o caminhão da coleta”, conta o aluno do 3° ano Lucas Freitas, 17.  Agentes da Secretaria Municipal de Saúde também participaram da ação realizando o trabalho de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti.

 

Na manhã desta quinta-feira, o encerramento trabalho desenvolvido pela Emlurb teve a participação do Teatro Rosa dos Ventos.  O evento marcou a transformação de uma área que por muito tempo esteve degradada, devido ao descarte irregular de lixo, em um novo espaço onde foram plantadas mudas de ipê amarelo. As árvores foram batizadas com o nome de moradoras da rua que se comprometeram a regar e cuidar das novas plantas.

 

 

O PROJETO - Iniciado em janeiro de 2016, o projeto é desenvolvido pela Emlurb, por meio da sua Assessoria Socioambiental (ASA), em comunidades das seis Regiões Político Administrativas do município.  O objetivo é eliminar pontos críticos de acúmulo de lixo nas ruas da cidade transformando esses locais em áreas de lazer e convivência para a população. A ação já beneficiou, por exemplo, moradores do Coque, Alto José Bonifácio, Córrego da Bica, Engenho do Meio, Ilha do Destino, em Boa Viagem. Seguem fotos anexas das ações no Engenho do Meio, Campo Grande (Praça Mem de Sá) e Ilha do Destino.

Desenvolvido pela